Palomar's Home Page
Músicas Cifradas
Para violão e guitarra
 
 

Garotos II - O outro lado
Geração Coca-Cola
Gostava tanto de você
Há tempos
Infinita Highway
Hoje a noite não tem luar
Homem Primata
How deep is your love
Índios
Vou deixar que você se vai
Lanterna dos afogados
Que maravilha
Que país é este
Milla
My Heart You Go On
She
Jardins da Babilônia
Metamorfose Ambulante
Uma Noite e Meia
Leãozinho
 
 
 
 

Página Anterior                                       Página seguinte



 

GAROTOS II - O OUTRO LADO (de: Leoni)
Tom: D  -  Intr: G  D/F#  C  A7
 

 G                 D/F#
Seus olhos e seus olhares
      C                    A7
Milhares de tentações
G                  D/F#
Meninas são tão mulheres
         C                    A7
Seus truques e confusões
                     Bm     Bm7+
Se espalham pelos pêlos
Bm          E7
Boca e cabelo
G                          A7
Peitos e poses e apelos
                     Bm    Bm7+
Me arragam pelas pernas
Bm7         E7        G
Certas mulheres como você
                 A7
Me levam sempre onde querem
G  D/F#             A7
Garotos não  resistem
         Bm
Aos seus mistérios
G  D/F#            A7
Garotos nunca dizem não
G  D/F#           A7
Garotos como eu
             Bm
Sempre tão espertos
C                          A7
Perto de uma mulher
               G
São só garotos
G                   D/F#
Seus dentes e seus sorrisos
       C                            A7
Mastigam meu corpo e juízo
G                  D/F#
Devoram os meus sentidos
      C                            A7
Eu já nã me importo comigo
    Bm                   Bm7+
Então são mãos e braços

Bm7        E7
Beijos e abraços
G                             A7
Pele, barriga e seus laços

              Bm       Bm7+
São armadilhas e eu
        Bm7     E7
não sei oque faço
     G
Aqui de palhaço
     A7
Seguindo seus passos
G  D/F#           A7
Garotos não resistem
Bm
Aos seus mistérios
G  D/F#            A7
Garotos nunca dizem não
G  D/F#           A7
Garotos como eu
             Bm
Sempre tão espertos
C                          A7
Perto de uma mulher
               G
São só garotos
 
 
 

Geração Coca-Cola  -  Renato Russo
     Intr.: (B D A B D A)

     B
     Quando nascemos fomos programados
     D         A          B
     A receber o que vocês nos empurravam
                       D         A
     Com os enlatados dos U.S.A. de 9 ...s 6
     B
     Desde pequenos nós comemos lixo
     D       A
     Comercial e industrial
     B
     Mas agora chegou nossa vez
               D                     A
     Vamos cuspir de novo o lixo em cima de vocês
     B         A            G
     Somos os filhos da revolução
     B                     G
     Somos burgueses sem religião
     B      A        G
     Somos o futuro da nação
     A       D    B     A       D    B
     Geração Coca-Cola, geração Coca-Cola
     A       D    B     A       D    B    G A
     Geração Coca-Cola, geração Coca-Cola
     B
     Depois de vinte anos na escola
     D        A
     Não é difícil aprender
     B
     Todas as manhas de seu jogo sujo
     D            A
     Não é assim que tem que ser?
     B
     Vamos fazer nosso dever de casa
     D           A
     E aí então, vocês vão ver
     B
     Suas crianças derrubando reis
             D                      A
     Fazer comédia no cinema com as suas leis
     B          A           G
     Somos os filhos da revolução
     B                     G
     Somos burgueses sem religião
     B      A        G
     Somos o futuro da nação
     A       D    B     A       D    B
     Geração Coca-Cola, geração Coca-Cola
     A       D    B     A       D    B     G A
     Geração Coca-Cola, geração Coca-Cola
     B
     Depois de vinte anos na escola
     D        A
     Não é difícil aprender
     B
     Todas as manhas de seu jogo sujo
     D            A
     Não é assim que tem que ser?
     B
     Vamos fazer nosso dever de casa
     D           A
     E aí então, vocês vão ver
     B
     Suas crianças derrubando reis
             D                      A
     Fazer comédia no cinema com as suas leis
     B         A            G
     Somos os filhos da revolução
     B                     G
     Somos burgueses sem religião
     B      A        G
     Somos o futuro da nação
     A       D    B     A       D    B
     Geração Coca-Cola, geração Coca-Cola
     A       D    B     A       D    B
     Geração Coca-Cola, geração Coca-Cola
 
 
 

GOSTAVA TANTO DE VOCÊ - Tim Maia

A7M                   Bm7                    C#m7
Não sei porque você se foi, quanta saudade eu senti
                  Bm7                 A7M
E de tristezas vou viver, e aquele adeus não pude dar

Você marcou em minha vida, viveu, morreu na minha história
                                                   A7M        Bm7
Chego a ter medo do futuro, e da solidão que em minha porta bate

  A7M  Bm7              C#m7   Bm7                 A7M
E eu   gostava tanto de você,     gostava tanto de você

Eu corro, fujo dessa sombra
Em sonho vejo este passado
E na parede do meu quarto
Ainda está o seu retrato

Não quero ver prá não lembrar
Pensei até em me mudar
Lugar qualquer que não exista
O pensamento em você
 
 
 

HÁ TEMPOS    -    Dado V. Lobos - R. Russo - Marcelo Bonfá
     Intr.: ( D  Am7  D  G4  G )

     D             Am7                D             Am7
     Parece cocaína, mas é só tristeza, talvez tua cidade
                D                    Am7
     Muitos temores nascem do cansaço e da solidão
     D                 Am7
     E o descompasso e o desperdício
          G                    Em
     Herdeiros são agora da virtude que perdemos
     D                  Am7             D              Am7
     Há tempos tive um sonho, não me lembro, não me lembro
     F                   C    F                   C
     Tua tristeza é tão exata e hoje o dia é tão bonito
     D                   Am7    D                       G4    G
     Já estamos acostumados a nem termos mais nem isso
         D              Am7             D           Am7
     Os sonhos vêm, os sonhos vão, o resto é imperfeito
          D               Am7                   D                Am7
     Disseste que se tua voz tivesse força igual à imensa dor que sentes
           G                 Em                    D           Am7
     Teu grito acordaria não só a tua casa, mas a vizinhança inteira
     D             Am7            F                  C
     E há tempos nem os santos têm ao certo a medida da maldade
           F                            C
     E há tempos são os jovens que adoecem
           F                          C                           F
     E há tempos o encanto está ausente, e há ferrugem nos sorrisos
                               C                               A
     E só o acaso estende os braços a quem procura abrigo e proteção

             D              G
     Meu amor, disciplina é liberdade
     D             G        D              G4    G
     Compaixão é fortaleza, ter bondade é ter coragem
            D                         G                  D
     Lá em casa tem um poço, mas a água é muito limpa
 
 

Infinita highway
Introdução: (A C#m D E)

  A            C#m            E
Você me faz correr demais os riscos desta highway
  A            C#m               E
Você me faz correr atrás do horizonte desta highway
    A                C#m                   E
Ninguém por perto, silêncio no deserto, deserta highway
  A             C#m         E
Estamos sós e nenhum de nós sabe exatamente onde vai parar
 D                    E
Mas não precisamos saber pra onde vamos
F#m
Nós so precisamos ir
 D            E
Não queremos ter o que não temos
F#m
Nós só queremos viver
 D              E
Sem motivos nem objetivos
  A                    F#m
Estamos vivos e isto é tudo
               D  E
É sobretudo a lei
             A      C#m D E
Da infinita highway

 A                   C#m
Quando eu vivia e morria na cidade
E
Eu não tinha nada, nada a temer
 A                 C#m
Mas eu tinha medo, medo desta estrada
E
Olhe só! Veja você!
 A                  C#m
Quando eu vivia e morria na cidade
E
Eu tinha de tudo, tudo ao meu redor
    A                          C#m
Mas tudo que eu sentia era que algo me faltava
     E
E à noite eu acordava banhado em suor
 D               E
Não queremos lembrar o que esquecemos
F#m
Nós só queremos viver
 D                 E
Não queremos aprender o que sabemos
F#m
Não queremos nem saber
 D              E
Sem motivos nem objetivos
  A               F#m
Estamos vivos e é só
                 D  E
Só obedecemos a lei
             A       C#m      D E
Da infinita highway (highway)

  A                    C#m
Escute garota, o vento canta uma canção
 E
Dessas que a gente nunca canta sem razão
   A                       C#m
Me diga, garota: "será a estrada uma prisão?"
   E
Eu acho que sim, você finge que não
     A               C#m
Mas nem por isso ficaremos parados
        E
Com a cabeça nas nuvens e os pés no chão
A                             C#m
Tudo bem, garota, não adianta mesmo ser livre
    E
Se tanta gente vive sem ter como viver
  D              E
Estamos sós e nenhum de nós
F#m
Sabe onde quer chegar
  D            E
Estamos vivos sem motivos
      F#m
Que motivos temos para estar?
  D                    E
Atrás de palavras escondidas
         A                         F#m     D E
Nas entrelinhas do horizonte desta highway
            A       C#m      D E
Silenciosa highway (highway)

    A                C#m
"Eu vejo o horizonte trêmulo
   D              E
Eu tenho os olhos úmidos"
     A                  C#m
"Eu posso estar completamente enganado
            D               E
Eu posso estar correndo pro lado errado"
       A                     C#m
Mas "a dúvida é o preço da pureza"
     D            E
E é inútil ter certeza
   A                C#m
Eu vejo as placas dizendo "não corra"
D            E
 "Não morra", "não fume"
    A                 C#m
"Eu vejo as placas cortando o horizonte
       D                  E       (D E F#m)2x D E A F#m D E (A C#m D E)
Elas parecem facas de dois gumes"

      A                            C#m
Minha vida á tão confusa quanto a América Central
    E
Por isso não me acuse de ser irracional
  A              C#m
Escute garota, façamos um trato:
         E
"Você desliga o telefone se eu ficar muito abstrato"
    A                      C#m         E
Eu posso ser um Beatle, um beatnik, um bitolado
    A                C#m             E
Mas eu não sou ator, eu não tô a toa do teu lado
    A              C#m
Por isso garota, façamos um pacto
     E
"De não usar a highway pra causar impacto"
D            E              F#m
 Cento e dez, cento e vinte, cento e sessenta
D         E          F#m
Só pra ver até quando o motor agüenta
   D                         E
Na boca, em vez de um beijo, um cliche de menta
     A              Bm             C#m D E
E a sombra de um sorriso que eu deixei
                    A
Numa das curvas da highway

D A      E          A
 Highway, infinita highway
D A      E          A
 Highway, infinita highway...
 
 

Hoje a noite não tem luar  -  Legião urbana
intro: G  Am  G/B  C  D

G           Am            G/B                C                 D
Ela passou do meu lado.... Oi, amor - eu lhe falei...
G        Am         G/B                 C                      D
Você está tão sozinha... Ela então sorriu pra mim...
Bm                     Em          C                   Bm
Foi assim que a conheci... Naquele dia junto ao mar...
Am            D              G       Em        Am     D            G             Em
As ondas vinham beijar a praia... O sol brilhava de tanta emoção...
       Am    D            G        Em             Am   D        G    Am   G/B  C  D
Um rosto lindo como o verão... E um beijo aconteceu...

G               Am        G/B              C               D
Nos encontramos à noite... Passeamos por aí...
G            Am          G/B                C               D
E num lugar escondido... Outro beijo lhe pedi...
Bm          Em               C                      Em
Lua de prata no céu... O brilho das estrelas no chão...
Am           D            G         Em          Am   D           G    Em
Tenho certeza que não sonhava... A noite linda continuava...
       Am        D           G       Em       Am     D                  G   D  G  D
E a voz tão doce que me falava... O mundo pertence a nós...

C                            G             D                     G    F
E hoje a noite não tem luar... E eu estou sem ela...
C                           G          D                             G   F
Já não sei onde procurar... Não sei onde ela está...
C                              G        D                      G    F
Hoje a noite não tem luar... E eu estou sem ela...
C                           G             D                         G   C   G
Já não sei onde procurar... Onde está meu amor?
 
 
 

HOMEM PRIMATA ( D )
Introdução: D G A7  }Bis

D                              G               A7
Desde os primórdios ate hoje em dia
          D                                   G        A7
O homem ainda faz o que o macaco fazia
       D                    G            A7
Eu não trabalhava eu não sabia
            D                     G                  A7
Que o homem criava e também destruía
       D       Bm   G      A7         D        Bm G A7
Homem primata capitalismo selvagem o o o (bis)
D                 G             A7
Eu aprendi a vida e um jogo
D                          G              A7
Cada um por si e Deus contra todos
D                          G              A7
Você vai morrer e não vai pro céu
     D                    G           A7
E bom aprender a vida e cruel
  D            Bm    G      A7        D        Bm G A7
Homem primata capitalismo selvagem o o o (bis)
  G            A7  G            D
Eu me perdi na selva de pedra
                G               A7 G D G D
Eu me perdi eu me perdi
 G
I'm a cave man a young man
D
I flight with my hand whith my hands
G
I am a jungle man a monkey man
             D
Concret jungle concret jungle
 
 
 

HOW DEEP IS YOUR LOVE
Intro: G      Gm7 C
          du dudu dudu du
                     G           B7      Em
        And when you rise in the morning sun,
        E               E7  Am         Am7      D7
        I feel you touch my hand in the pouring rain,
                G                      Em
        and the moment that you wander far from me,
                 Am         Am7      D7
         I wanna feel you in my arms again...

                  C              D7
        And you come to me on a summer breeze,
                 Am           Am7          D7
        keep you warm in your love and you softly leave,
                C              D7
        And its me you need to show.......
                         G
        How deep is your love......
        Gm7
        I really need to learn;
                    G7
        cause we're living in a world of fools
       breaking us down,           C
        when they all should let us be
            Cm               G
        we belong to you and me....

        I believe in you,
        know you're the door to my very soul;
        you're the light in my deepest darkest hour;
        you're my saviour when i fall,

        And you may not think;
        I care for you;
        when you now down inside;
        that i really do;
        and it's me you need to show.....
 
 

Índios
Tom - C

Dm
Quem me dera, ao menos uma vez,
         G
Ter de volta todo ouro que entreguei
             Em
A quem conseguiu me convencer
Que era prova de amizade
     Am
Se alguém levasse embora até o que eu não tinha
Dm
Quem me dera, ao menos uma vez,
      G
Esquecer que acreditei que era por brincadeira
     Em
Que se cortava sempre um pano-de-chão
    Am
De linho nobre e pura seda.
Dm
Quem me dera, ao menos uma vez,
      G
Explicar o que ninguém consegue entender:
            Em
Que o que aconteceu ainda está por vir
E o futuro não é mais como era antigamente.
Dm
Quem me dera, ao menos uma vez,
    G
Provar que quem tem mais do que precisa ter
       Em
Quase sempre se convence que não tem o bastante
   Am
E fala demais por não ter nada a dizer
Dm
Quem me dera, ao menos uma vez,
            G
Que o mais simples fosse visto como o mais importante,
Em
Mas nos deram espelhos
   Am
E vimos um mundo doente.
Dm
Quem me dera, ao menos uma vez,
      G
Entender como um sá Deus ao mesmo tempo é três
        Em
E esse mesmo Deus foi morto por vocês -
         Am
É só maldade então, deixar um Deus tão triste
 F
Eu quis o perigo e até sangrei sozinho
    C
Entenda - assim pude trazer você de volta pra mim,
        F
Quando descobri que é sempre só você
                   C
Que me entende do início ao fim
                       F
E é só você que tem a cura para o meu vício
De insistir nessa saudade que eu sinto
             C
De tudo que eu ainda não vi
Dm
Quem me dera, ao menos uma vez,
     G
Acreditar por um instante em tudo que existe
    Em
E acreditar que o mundo é perfeito
       Am
E que todas as pessoas são felizes
Dm
Quem me dera, ao menos uma vez,
   G
Fazer com que o mundo saiba que seu nome
 Em
Está em tudo  e mesmo assim
    Am
Ninguém lhe diz ao menos obrigado.
Dm
Quem me dera, ao menos uma vez,
 G                      Em
Como a mais bela tribo, dos mais belos índios,
     Am
Nào ser atacado por ser inocente.
 F
Eu quis o perigo e até sangrei sozinho.
   C
Entenda - assim pude trazer você de volta pra mim,
        F
Quando descobri que é sempre só você
                   C
Que me entende do início ao fim
                       F
E é só você que tem a cura para o meu vício
De insistir nessa saudade que eu sinto
             C
De tudo que eu ainda não vi.
F
Nos deram espelhos e vimos um mundo doente -
C
Tentei chorar e não consegui.
 
 
 

Vou deixar que você se vá
Intr. : (Bm F#m Bm F#m Em A Em A F#7(2x) )

Bm F#m
Minhas mãos estão cansadas
Bm F#m
Não tenho mais onde me agarrar
Em A
Tudo já se foi
Em A F#7(2x)
Amizade, carinho e amor

Bm F#m
Não há mais porque lutar
Bm F#m
Minhas mãos estão cansadas
Em A
Não vou mais lhe segurar
Em A Em A F#7
Vou deixar que você se vá

B F#7 C#m E
Não vou mais lhe segurar
B F#7 C#m E
Vou deixar que você se vá
B F#7 C#m E
Não vou mais lhe segurar
B F#7 C#m E Em (Bm F#m Bm F#m)
Vou deixar que você se vá...aaa...

Em A
Procure o seu caminho
Em A
Eu aprendi a andar sozinho
Em A
Isso foi há muito tempo atrás
Em A F#7
Mas ainda sei como se faz
 
 
 

Lanterna dos Afogados

(B  C#/B  Bbm  Ebm)
Quando tá escuro e ninguém te ouve
Quando chega a noite e você pode chorar
Há uma luz no túnel dos desesperados
Há um cais do porto pra quem precisa chegar
Eu tô na lanterna dos afogados
Eu tô te esperando, vê se não vai demorar   E5/9

(B  C#/B  Bbm  Ebm)
Uma noite longa por uma vida curta
Mas já não me importa basta poder te ajudar
E são tantas marcas que já fazem parte
Do que sou agora  mas ainda sei me virar
Eu tô na lanterna dos afogados
Eu tô te esperando  vê se não vai demorar   E5/9

(B  C#/B  Bbm  Ebm)
Uma noite longa por uma vida curta
Mas já não me importa, basta poder te ajudar
Eu tô na lanterna dos afogados
Eu tô te esperando...
 
 
 

QUE MARAVILHA
    E           F#m
Lá fora está chovendo
            G#m            A7M
Mas assim mesmo eu vou correndo
       F#m   B7    E    B5+/7
Só prá ver o meu amor

     E           F#m
Ela vem toda de branco
        G#m            A7M
Toda molhada e despenteada
          E            F#m          B7     E    A6/7
Que maravilha, que coisa linda que é o meu amor

   (F#m                  B7              E)
Por entre bancários, automóveis, ruas e avenidas
Milhões de buzinas tocando sem cessar
Ela vem chegando de branco, meiga e muito tímida
                                                G#
Com a chuva molhando o seu corpo que eu vou abraçar

    A7M                                      F#m     B7
E a gente no meio da rua do mundo, no meio da chuva
     E           D
A girar, que maravilha
 
 

Que País é Este?
Tom: E    --    Intr.: (E C D)
 

      (E C D)
      Nas favelas, no Senado
      Sujeira pra todo lado
      Ninguém respeita a Constituicão
      Mas todos acreditam no fuuro da nação

      Que país é este

      (E C D)
      No Amazonas, no Araguaia, na Baixada Fluminense
      Mato Grosso, nas Geraes e no Nordeste tudo em paz
      Na morte eu descanso mas o sangue anda solto
      Manchando os papéis, documentos fiéis
      Ao descanso do patrão

      Que país é este

      (E C D)
      Terceiro mundo se for
      Piada no exterior
      Mas o Brasil vai ficar rico
      Vamos faturar um milhão
      Quando vendermos todas as almas
      Dos nossos índios em um leilão

      Que país é este
 
 
 

MILLA
 D        G   A             D
Tudo começou a um tempo atrás
         G  A
Na ilha do sol
D                         G    A           D
O destino te mandou de volta para o meu cais
Bm      F#m       Bm                 F#m
No coração ficou lembranças de nós dois,
Bm      F#m         Bm          D7
Como ferida aberta, como tatuagem

     G   A             F#m               Bm
Oh Mila , mil e uma noites de amor com você,
                 G                A
Na praia, no barco, no farol apagado,
                  F#m                       Bm
Num moinho abandonado, numa grande alto astral,
            G                  A
Lá em Hollywood pra de tudo rolar,
                  F#m                  Bm
Vendo estrela caindo, vendo a noite passar,
       G  A          G   A
Eu e você, na ilha do sol
             D   D7
Na ilha do sol
 
 
 

MY HEART WILL GO ON
E           B7
Every night in my dreams
   A         C#m   B7
I see you, I feel you
E    B7          A    C#m    B7
That is how I know you go on

Far across the distance
And spaces between us
You have come to show you go on

REFRÃO:
E     B7      C#n       B7
Near, far, wherever you are
  E                B7         C#m   B7
I believe that the heart does go on
E    B7       C#m       B7
Once more you open the door
       E           B7
And you're here in my heart
    C#m      E       B7     E
And my heart will go on and on
 

Love can touch us one time
And last a lifetime
And never let go till we're one

Love was when I loved you
One true time I hold to
In my life we'll always go on

//Refrão...

You're here, there's nothing I fear,
And I know that my heart will go on
We'll stay forever this way
You are safe in my heart
And my heart will go on and on
 
 

She - Green Day
Album: Dookie
Tune 1/2 step down

Verse 1:
N.C.
She, she screams in silence
A sullen riot penetrating through her mind
Waiting, for the sign, to smash
the silence with the
              G
brick of self control

Chorus:
D
Are you locked up in a world
       C                    G
that's been planned out for you?
Are you feeling like a
social tool without a use?
D         G   D
Scream at me, until my ears
     G
     bleed
D          G
I'm taking heed just for
     C
     you

Verse 2:
G                  D           C
She, she's figured out all her doubts
                              G    C G
We're someone else's point of view
G              D
Waking up this time to smash
         C
     the silence with the brick
             G       C G
     of self control
 

Song:
Verse 1
Chorus
Verse 2
Chorus
Verse w/o words
Chorus
 
 
 

Jardins da Babilônia
Rita Lee - Lee Marcucci
C                                F
Suspenderam os jardins da Babilônia
          C
E eu prá não ficar por baixo
      G                    F         G
Resolvi botar as asas prá fora, porque
            C                                 F
Quem não chora dali, não mama daqui, diz o ditado
             C                    D           G        C
Quem pode, pode, deixa os acomodados que se incomodem
Am                     F
Minha saúde não é de ferro mão
Am                       D
Mas meus nervos são de aço
       C   G/B       Am          Am/G            D              G
Prá pedir silêncio eu berro, prá fazer barulho eu mesma faço, ou não
Mas pegar fogo nunca foi atração de circo
Mas de qualquer maneira
Pode ser um caloroso espetáculo, então
O palhaço ri dali, o povo chora daqui, e o show não pára
E apesar dos pesares do mundo
Vou segurar esta barra
 
 
 

Metamorfose Ambulante - Raul Seixas
Intr.: ( G   D   A )
        G  D                   A
Prefiro ser essa metamorfose ambulante
Eu prefiro ser essa metamorfose ambulante
G                  D                     A         (G A G A G C A G A)
Do que ter aquela velha opinião formada sobre tudo (2x)

Eu quero dizer agora o oposto do que eu disse antes
Eu prefiro ser essa metamorfose ambulante

G                  D                     A
Do que ter aquela velha opinião formada sobre tudo     1
G                 Bb                     A      F
Do que ter aquela velha opinião formada sobre tudo
             C                   D
Sobre o que é o amor, sobre que eu nem sei quem sou
                              C
Se hoje eu sou estrela, amanhã já se apagou
    D                      C
Se hoje eu te odeio, amanhã lhe tenho amor
     D               C                D             C
Lhe tenho amor, lhe tenho horror, lhe faço amor, eu sou um ator
 
 
 

Uma noite e meia (Marina Lima)
Tom: Bm  -  Intro: Bm A G F#
Bm                                A
Vem chegando o verão, um calor no coração
G                     F#7
Essa magia colorida, coisas da vida
Bm                                  A
Não demora muito agora, todas de bundinha de fora

G                  F#4        F#
Top less na areia, virando sereia
   G               A      Bm    G         A         Bm
Essa noite eu quero te ter, toda se ardendo só pra mim
   G            A       Bm       G            F#4   F#
Essa noite eu quero te ter, te envolver te seduzir

Bm                         A                       G
O dia inteiro de prazer, tudo que quiser eu vou te dar
Bm
O mundo inteiro aos seus pés
 F#4              F#      Bm
Só pra poder te amar, roubo as estrelas lá do céu
A                         G
Numa noite e meia desse sabor
                      F#4                   F#
Pego a lua, aposto no mar como eu vou te ganhar

Refrão
 
 

Leãozinho  -  Introdução-C G C
C                   G
Gosto muito de te ver leãozinho
Am              Em
Caminhando sob o sol
F                    Bb         C       (G)
Gosto muito de te ver leãozinho
C                     G
Para desentristecer leãozinho
Am                     Em
O meu  coração tão só
F                     Bb                 C
Basta encontrar você no caminho
Am              Am7M             Am7    Am6
Um filhote de leão raio da manhã
F7M                      Em        Dm   G7
Arrastando o meu olhar como um imã
Am                     Am7M        Am7  Am6
O meu coração é o sol pai de toda cor
F7M                     Em      Dm      G7
Quando ele lhe doura a pele ao léu
C                     G
Gosto muito de te ver leãozinho
Am                       Em
De te ver entrar no mar
F                  Bb   C     (G)
Tua pele tua luz tua juba
C                  G
Gosto de ficar ao sol leãozinho
Am                    Em
De molhar minha juba
F               Bb              C
De estar perto de você e entrar numa
 
 
 
 

Tema do filme "Back to the future!!!"