Site hosted by Angelfire.com: Build your free website today!

A Maconha

Efeitos Psicológicos

Os efeitos psicológicos da maconha desenvolvem-se depois de todo um processo de aprendizagem: o usuário aprende a fumar de maneira que a fumaça venha a ser realmente absorvida e a reconhecer o estado de embriaguez canábica.

Esse estado, dependendo do grau de intoxicação provocado pela fumaça inalada, desenvolve-se nas seguintes fases:

1. Associação rápida de idéias, euforia e agitação

2. Incapacidade de concentração

3. Instabilidade mental

4. Apatia

5. Depressão

6. Torpor

Essas sensações podem reproduzir-se espontaneamente, isto é, a maconha produz efeitos de retorno (flash-backs) como o LSD, em certos indivíduos.

A maconha altera quimicamente as células cerebrais e produz efeitos semelhantes às drogas alucinógenas:

1. Ansiedade e temor

2. Distorção na percepção do espaço e do tempo

3. Ilusões e alucinações

O uso reiterado do cigarro de maconha leva ao hábito e a certo grau de dependência psíquica. Não provoca dependência física, nem síndrome de abstinência como os opiáceos. Mas, como advertem os pesquisadores, acarreta reações psicóticas, podendo engendrar psicose aguda semelhante à esquizofrenia. Outros cientistas descrevem em suas obras casos de depressão e de demência provocados pela erva.