Site hosted by Angelfire.com: Build your free website today!

Princípios Básicos de Vygotsky sobre a Aprendizagem e o Desenvolvimento.

 

 

 

 

Vygotsky levantou a questão da relação entre ensino e a aprendizagem escolar e desenvolvimento cognitivo. Ele afirmou que os vários pontos de vista relativos a esta questão enquadram-se em três categorias. Os psicólogos pertencentes à primeira categoria afirmam, em essência , que a aprendizagem escolar deve seguir o desenvolvimento: as funções psicológicas da criança devem ter atingido determinado nível de amadurecimento antes que o processo de aprendizagem possa começar. Considera-se que as funções psicológicas desenvolvem-se de uma maneira "natural", às vezes porque os pesquisadores ligam seu desenvolvimento diretamente à maturação das funções cerebrais. Esta visão de que os processos de desenvolvimento da criança são independentes do aprendizado, Vygotsky atribuía, entre outros, a Piaget e Binet.

O segundo ponto de vista sobre a relação entre aprendizagem e desenvolvimento afirmava que o desenvolvimento cognitivo não se baseia no amadurecimento e que a aprendizagem é a principal força que atua no sentido de promovê-lo. Em última instância a conseqüência desta concepção é que o desenvolvimento é considerado como a sombra da aprendizagem. Vygotsky via Thorndike como representante desta categoria de pensamento, além da teoria behaviorista ( comportamentalista ), onde a base de tudo é o aprendizado, afirmando que a aprendizagem e o desenvolvimento na verdade coincidem.

Por fim, Koffka e o movimento gestaltista representavam o terceiro ponto de vista. Tentaram conciliar os dois primeiros pontos de vista contraditórios, afirmando que ambos estão parcialmente certos. O desenvolvimento da criança baseia-se em parte nos processos de amadurecimento e em parte na aprendizagem.

Vygotsky não estava plenamente satisfeito com nenhum dos pontos de vista acima, afirmando que a aprendizagem e o desenvolvimento são processos distintos e não deveriam ser confundidos, contudo interagem mutuamente. Segundo Vygotsky o aprendizado vem antes do desenvolvimento, ou seja, a aprendizagem é fundamental para o desenvolvimento desde o nascimento da criança , o que esta aprende é a base fundamental para o seu desenvolvimento.

Dentro desse contexto, Vygotsky leva em consideração dois tipos de desenvolvimento: real e proximal.

O desenvolvimento real consiste na solução independente dos problemas. É definido por testes que medem o nível de capacidade mental. As funções mentais da criança nesse nível, se estabelecem como resultado de ciclos de desenvolvimento já completados.

A zona de desenvolvimento proximal caracteriza a distância entre o nível de desenvolvimento real e o nível de desenvolvimento potencial determinado pela solução de problemas sob a orientação ou ajuda de um adulto ou crianças mais capazes. O importante para Vygotsky é, além do que se faz sozinho, o que se faz com a ajuda dos outros.

Dessa forma, a aprendizagem desperta processos internos de desenvolvimento que só podem ocorrer quando o indivíduo interage com outras pessoas.

Vygotsky opunha-se à "educação livre" das crianças admitindo que neste período do desenvolvimento,( desenvolvimento potencial ), o contato com outras pessoas que possam restringir a liberdade adquirida por estas crianças é de extrema importância para que o desenvolvimento mental delas possa ser direcionado. Portanto, a "interferência" dos pais e professores neste período é fundamental.

Contudo, Vygotsky afirma que a criança não pode ser sujeito passivo na aquisição dos conhecimentos, ela deve ser ativa neste processo, trabalhando o desenvolvimento intelectual dentro do ambiente determinado pelos pais e professores.

Relacionando os trabalhos de Vygotsky com os filmes "Os Caçadores de Borboletas" e "Os Transformadores", podemos constatar que, para Vygotsky, o professor possui papel ativo, sendo capaz de desafiar o aluno para que este sinta-se cada vez mais hábil para realizar uma tarefa considerada, pelo aluno, difícil. É muito importante avaliar e ajudar as crianças na solução de problemas.

Com relação à deficiência visual e auditiva, é interessante notar que existe um método personalizado de ensino, onde o professor age de uma maneira diferente, de acordo com o problema que cada criança apresenta. Esse método é considerado fundamental para o desenvolvimento interno da criança.

Como observamos nos filmes apresentados, os professores valorizam a imitação, ou seja, tudo o que é feito ou dito por eles, é imitado pelas crianças. Para Vygotsky, a imitação é um passo importante para o desenvolvimento das estruturas da criança.

Outro ponto muito importante é a compensação. Segundo Vygotsky, as crianças deficientes devem usar seus sentidos sadios para compreenderem o mundo, isto é, as crianças devem desenvolver seus sentidos normais para compensarem seus sentidos perdidos ( visão, audição, etc. )

 

 

 

 

 

Bianca

Carolina

Carolina

Daniela

Fernanda

Giuliana