Site hosted by Angelfire.com: Build your free website today!

Fase 1

[Introdução à Economia de Empresas]

1. DADOS DE IDENTIFICAÇÃO
Instituição: Universidade Federal de Santa Catarina
Curso: Ciências da Administração
Disciplina: Introdução à Economia de Empresas
Professor(es): Renato F. Lebarbenchon Osvaldo Moritz
e-mail: renatof@coperve.ufsc.br costasul@iaccess.com.br
Código: CNM 5202 Carga Horária: 72 H Créditos: 04
Pré-requisito(s): nenhum
Período/Fase: 1ª

2. EMENTA: Operacionalização de conceitos econômicos na empresa; demanda e comportamento de consumidor; a produção e a empresa; estrutura de mercado; o mercado de trabalho; análise crítica do sistema de mercado.

3. OBJETIVO GERAL DA DISCIPLINA: A disciplina Introdução à Economia de Empresas objetiva proporcionar ao futuro administrador a compreensão do funcionamento do mercado na formação de preço. A abordagem é feita a nível introdutório com a utilização da concepção neoclássica, dando ênfase nos aspectos da oferta. A análise oferece instrumentos para a avaliação do processo decisório na alocação dos recursos produtivos. Os condicionantes da demanda e da oferta deverão permitir, ao aluno, a compreensão das forças do mercado na formação do preço. Serão feitas análises críticas dos modelos utilizados a fim de possibilitar outras alternativas de análise econômica.

4. OBJETIVO(S) ESPECÍFICOS(S) DA DISCIPLINA:

5. CONTEÚDO PROGRAMÁTICO:
5.1. A ORGANIZAÇÃO DE UM SISTEMA EONÔMICO fluxo circular da atividade econômica. Os agentes econômicos. O mercado de bens e serviços. O mercado de recursos produtivos. Os fluxos físicos e monetários. Conceitos de: renda; produto fluxo; estoque estática; dinâmica. LEFTWICH, cap. II; VASCONCELLOS e TROSTER, cap. 1.

5.2. TEORIA ELEMENTAR DA DEMANDA Conceito de demanda; relações entre: quantidade demanda e preço do bem; demanda de um bem e preço de outros bens concorrentes e complementares; demanda de um bem e a renda do consumidor. Curva da demanda de um bem; deslocamentos da demanda; curva de demanda de mercado de um bem. MANUAL USP, Parte I cap. 2; VASCONCELLOS e TROSTER, cap. 3; LEFTWWICH, cap. 3.

5.3. TEORIA ELEMENTAR DA OFERTA Conceito da oferta. Variáveis que afetam a oferta. Curva de oferta de um bem. Deslocamentos da oferta. Curva de oferta do mercado. MANUAL USP, Parte I cap. 2; VASCONCELLOS e TROSTER, cap. 4; LEFTWWICH, cap. 3.

5.4. O EQUILÍBRIO DE MERCADO O equilíbrio de mercado. Mudanças do ponto de equilíbrio. Excesso de oferta e excesso de demanda. VASCONCELLOS e TROSTER, cap. 5; MANUAL USP, Parte I, cap. 2.

5.5. ELASTICIDADES Elasticidade preço da procura, elasticidade arco e cruzada. Elasticidade da oferta. Elasticidade renda. Os determinantes da elasticidade. Elasticidade e agricultura. A incidência do imposto sobre vendas. Fixação de preço mínimo. WONNACOTT e WONNACOTT,cap. 17;VASCONCELLOS e TROSTER,cap.6 e 7. MANUAL USP,Parte I cap. 2.

5.6. TEORIA DA FIRMA A função de produção. A lei dos rendimentos decrescentes. Curvas do produto e eficiência. O conceito de custo. Funções de custo no curto e longo prazo. Curvas de custo. Ponto de nivelamento. VASCONCELLOS e TROSTER, cap. 8 e 9. MANUAL USP Parte I cap. 3. LEFTWICH, cap. 7 e 8.

5.7. ESTRUTURAS DE MERCADO O mercado em concorrência perfeita. O monopólio. A concorrência monopolística. O oligopólio. VASCONCELLOS e TROSTER, cap. 10. MANUAL USP, cap. 4. WONNACOTT e WONNACOTT, caps. 20 a 22. LEFTWICH, caps. 9 à 12.

5.8. MERCADO DE TRABALHO Salários em economia perfeitamente e em mercado de trabalho imperfeitos. WONNACOTT e WONNACOTT, caps. 26 e 27.

5.9. CRÍTICAS A ABORDAGEM CONVENCIONAL DA FORMAÇÃO DE PREÇOS O oligopólio. As curvas de custos. O tamanho ótimo. A megaempresa. Os diferentes processos produtivos. SILVA, caps. 1 e 2.

6. METODOLOGIA DO TRABALHO: A disciplina será ministrada através de aulas expositivas. Dependendo das peculiaridades da turma poderão ser adotadas outras técnicas de ensino tais como: seminários; painéis; projeções de filmes, etc. As aulas expositivas serão dialogadas, onde privilegiar-se-á o espírito crítico e a criatividade com ênfase às relações teóricas com a realidade da economia brasileira.

7. SISTEMA DE AVALIAÇÃO: A avaliação da aprendizagem terá pôr base a realização de, no mínimo, três provas. Conforme o desenvolvimento da disciplina poder-se-á adotar adicionalmente outros objetos de avaliação como: participação em seminários, painéis, fichas de leitura, trabalho escolares extra-classe, etc.

8. ATENDIMENTO EXTRA-CLASSE: Antes do horário da aula, ou por e-mail.


9. BIBLIOGRAFIA BÁSICA:
AWH, Robert Y. Microeconomia - Teoria e Aplicações. Rio de Janeiro: Livros Técnicos e Científicos Editoras S/A, 1979.
GEORGE, K.D. & JOLL, C. Organização Industrial. Rio de Janeiro: Zahar Editores, 1983.
LEFTWICH, Richard H. O sistema de preços e a alocação de recursos. São Paulo: Pioneira, 6ed. 1983.
MILLER, R. LeRoy. Microeconomia - Teoria, questões a aplicações. São Paulo: McGraw - Hill do Brasil, 1981.

10. BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR:
MONTORO FILHO, André Frano, (et al.) Manual de introdução à economia Wlademir Pereira, coodenador. São Paulo: Saraiva, 1984. (MANUAL USP).
SALVATORE, Dominick. Microeconomia. São Paulo: McGraw-Hill do Brasil, 1977.
SILVA, Fábio Gomes da, Micro e macroeconomia - um enfoque crítico. Petrópolis: Vozes, 1983.
VASCONCELLOS, Marcos Antônio S. e TROSTER, Roberto Luiz. Economia básica- resumo da teoria e exercícios. São Paulo: Atlas, 1993.
WONNACOTT, Paul & WONNACOTT, Ronald. Economia; tradução, revisão e adaptação Yeda Rorato Crusius, et al. São Paulo: McGraw-Hill, 1982.

[home] [alunos] [agenda] [programa de disciplinas] [festas] [links úteis] [contato]