Palomar's Home Page
Músicas Cifradas
Para violão e guitarra
 
 

O Toco
O trem das sete
Pensamento
Meu erro
Maria, Maria
Querem meu sangue
Obrigado não
Por você
Proibida pra mim
Marujo
The Way
Monte Castelo
Santeria
Vento no Litoral
Marvin
Teatro dos Vampiros
Sociedade Alternativa
Pretty Woman
Firmamento
Puteiro em João Pessoa
 
 
 
 

Página Anterior                                      Página seguinte



 
 
 
 

O TOCO
(E B D B G) x2

(A# E A# E G E)
Levanta véio a idéia fede mas essa suja as bordas
Culpa do Fred não lembrar quando acorda
Tava num show maneiro tocando num som fuleiro
Parece Tora Tora só que uma versão só com viola
E
Bem na metade do show tinha uma explosão
Queimou a cidade no pipoco do trovão

(A# E A# E G E)
Foi quando veio Dona Coisinha com uma renca de filha
Pedindo autógrafo pra toda família
E quis ficar no meio com assinatura bem no bico do seio
Fico na minha puxo a seda, a véia vem com recheio
E
De qualidade planta do Maranhão
             (G E) G A
Da majestade

(E B D B G)
Fiz um toco grande e frouxo
Pra ficar com o olho roxo
Queimar meu dedo no fim
Ela veio trazendo o peso
E eu com medo de ser preso
Pintar meu dedo no fim

(A# E A# E G E)
Quando a casa cai,
Não tem parece pra armar minha rede
Vieram os home já gritando meu nome
Baixando o pau nas visita e eu fiquei puto
Porque em moça bonita não se bate
Então virei lobisomem e era lua cheia
Cachorro magro foi comendo na peia
Deixou deitado mais de vinte soldado
E a véia agradecida quis dar um beijo de despedida
E ele acordou em cima da hora
Que a véia tava em cima de mim

(E B D B G)
Fiz um toco grande e frouxo
Pra ficar com o olho roxo
Queimar meu dedo no fim

(D A B A E)                      B G A G E
O cheiro invade a sala do doutor

(E B D B G)
Ela veio trazendo o peso
E eu com medo de ser preso
Pintar meu dedo no fim

(D A B A E)                 B G A G E
Se não faz mal alivia a dor

(A# E A# E G E) E
 
 
 

TREM DAS SETE (Raul Seixas)
Tom: A - Intro: A9

A          A9                A                              A9                         A
Ói, ói o trem, vem surgindo de trás das montanhas azuis, olha o trem
A          A9               A                         A9                       A
Ói, ói o trem, vem trazendo de longe as cinzas do velho aeon
A          A9          D                             E7                                  A
Ói, já é vem, fumegando, apitando, chamando os que sabem do trem
A         A9               D                           E7                           A
Ói, é o trem, não precisa passagem nem mesmo bagagem no trem
                     E                   A
Quem vai chorar, quem vai     sorrir ?
                 E                   A
Quem vai ficar, quem vai partir ?
           E                 A                  E                   A
Pois o trem está chegando, tá chegando na estação
      E                   A             E                  A   D         E
É o trem das sete horas, é o último do sertão,   do sertão
A             A9             A                               A9                          A
Ói, olha o céu, já não é o mesmo céu que você conheceu, não é mais
A              A9           A                         A9                        A
Vê, ói que céu, é um céu carregado e rajado, suspenso no ar
A            A9         D                                 E7                       A
Vê, é o sinal, é o sinal das trombetas, dos anjos e dos guardiões
A              A9            D                          E7                          A
Ói, lá vem Deus, deslizando no céu entre brumas de mil megatons
                                D                                   E7                           F#m
Ói, ói o mal, vem de braços e abraços com o bem num romance astral
E    A
A...mém
 
 

PENSAMENTO - Cidade Negra
Tom - G    Introdução - G Am D G Am D

  G
Você precisa saber
                        Am
O que passa aqui dentro
         D
Eu vou falar pra você
  G
Você vai entender
                        Am
A força de um pensamento
          D
Pra nunca mais esquecer
G
Pensamento é um momento
                  Am
Que nos leva a emoção
                D
Pensamento positivo
G
Que faz bem ao coração
      Am  D
O mal não
      G   Am D
O mal não
G
Sempre que para você chegar
  Am            D
Terá que atravessar
                  G
A fronteira do pensar
                  Am  D
A fronteira do pensar
G
E o pensamento é o fundamento
Am                      D
Eu ganho o mundo sem sair do lugar
    G
Eu fui para o Japão
Com a força do pensar
    Am
Passei pelas ruínas
    D
E parei no Canadá
  G
Subi o Imalaia
Pra no alto cantar
      Am
Com a imaginação que faz
  D
Você viajar, todo mundo
G
Estou sem lenço e o documento
Am
Meu passaporte é visto em
        D
        todo lugar
 G
Acorda meu Brasil com o lado bom de pensar
  Am                     D
Detone o pesadelo pois o bom
Ainda virá
  G
Você precisa saber
                        Am
O que passa aqui dentro
         D
Eu vou falar pra você
  G
Você vai entender
                        Am
A força de um pensamento
          D             ( G Am D )
Pra nunca mais esquecer
G
Custe o tempo que custar
                 Am
Que esse dia virá
D                    G
Nunca pense em desistir, não
                      Am  D
Te aconselho a prosseguir
G
O tempo voa rapaz.
Pegue seu sonho rapaz
Am                  D
A melhor hora e o momento
É você quem faz
    G
Recitem
Poesias e palavras de um rei
Am                D
Faça por onde que eu te ajudaei
    G
Recitem
Poesias e palavras de um rei
Am                D
Faça por onde que eu te ajudarei
 
 
 

MEU ERRO
Tom: A   Intr.: (A  E  D) 4 vezes   Dm7

A                       C#m                           D                    Dm
Eu quis dizer você não quis escutar, agora não peça não me faça promessas
        A                     C#m                                    D                 Dm
Eu não quero dizer nem quero acreditar que vai ser diferente que tudo mudou
 C#m                    F#m                                            D                   Dm
Você diz não saber o que houve de errado e o meu erro foi crer que estar
                        A   E
ao seu lado Bastaria
         D                        A   E                             D
Ah! Meu Deus, era tudo que eu queria, eu dizia seu nome
       Dm
Não me    abandone

----refrão------------------------------------------------------------------------------
 A                     C#m                                            D
Mesmo querendo eu não vou me enganar, eu conheço os seus passos
    Dm                                        A                               C#m
Eu vejo os seus erros não há nada de novo, ainda somos iguais
  D                     Dm                                   C#m                                   F#m
Então não me chame não olhe pra trás, você diz não saber o que houve de errado
         D                                 Dm                          A      E
E o meu erro foi crer que estar ao seu lado bastaria
         D                        A   E                             D
Ah! Meu Deus, era tudo que eu queria, eu dizia seu nome
       Dm                  (A  E  D)
Não me    abandone jamais
--------------------------------------------------------------------------------------
Acordes ( A E D ) 2x  à  Repete Refrão
---------------------------------------------------------------------------------------
 (D                   A   E)
Não me abandone, jamais à (3x)
 
 

Maria, Maria - Milton Nascimento (G)
Intr.:  G  D/G  G

   G               D/G      Bb/G    C/G
Maria, Maria, é um dom, uma certa magia
    Ab/G       G    D/F#
Uma força que nos alerta
Em    Em/D       C              F
Uma mulher que merece viver e amar
     C/E      Cm/Eb        G
Como outra qualquer do planeta
                  D/G      Bb/G     C/G
Maria, maria, é o som, é a cor, é o suor
    Ab/G       G      D/F#
É a dose mais forte e lenta
Em     Em/D      C                  F
De uma gente que ri quando deve chorar
      C/E   Cm/Eb     G
E não vive, apenas aguenta

|G                 D/G        Bb/G      C/G
|Mas é preciso ter força, é preciso ter raça
|    Ab/G       G    D/F#
|É preciso ter gana sempre
|Em           Em/D     C
|Quem traz no corpo a marca
|          F     C/E    Cm/Eb        G
|Maria, Maria, mistura a dor e a alegria
|                   D/G      Bb/G       C/G
|Mas é preciso ter manha, é preciso ter graça
|    Ab/G       G    D/F#
|É preciso ter sonho sempre
|Em           Em/D       C
|Quem traz na pele essa marca
|            F      C/E    Cm/Eb       G   1a.vez [D/G G]
|Possui a estranha mania de ter fé na vida

SOLO (Gm7  F/G  Ab/G  Eb/G)  Am7  G/A  Bb/A  F/A  Am7
REPETE |
SOLO
REPETE |

 D/G      Bb/G     C/G      Ab/G     D/F#     C/E     Cm/Eb
||||||   ||||||   ||||||   <-----   ||||||   ||||1|   ||1|2|   ||||||
|||<--   ||||||  3<-----   ||||||   1||2||   ||2|||   ||||||   ||||||
2|||3|   <-----   ||||||   3|||||   ||||3|   |||||4   |||||4   ||||||
||||||   ||||||   ||234|   ||||||   ||||||   ||||||   ||||||   ||||||

 F/G      Bb/A     Eb/G     F/A
||||1|   ||||||   ||1|||   ||||12   ||||||   ||||||   ||||||   ||||||
|||2||   ||||||   ||||||   |||3||   ||||||   ||||||   ||||||   ||||||
3|4|||   ||<---   2||3||   ||||||   ||||||   ||||||   ||||||   ||||||
||||||   ||||||   ||||4|   ||||||   ||||||   ||||||   ||||||
 
 

QUEREM MEU SANGUE
intro.: C G F G C G F

            G                                F
Dizem que guardam bom lugar pra mim no ceu, logo que eu for pro beleleu
         G                                   F
A minha vida so eu sei como guiar, pois ninguem vai me ouvir se eu chorar

        Em                                  Am
Mas enquanto o sol puder arder, nao vou querer meus olhos escurecer
               G                   F                      C
Pois se eles Querem meu Sangue, verao o meu sangue so no fim...
            G                     F                       C
E se eles querem meu corpo, so se eu estiver morto, so assim !

         G                                         F
Meus inimigos tentam sempre me ver mal, mas minha forca e como o fogo do sol
             G
Pois quando pensam que eu ja estou vencido...
          F
E que meu odio nao conhece o perigo....

        Em                                   Am
Mas enquanto o sol puder brilhar, eu vou querer a minha chance do...
          F
Do que vivendo com a cordo no pescoco

        Em                                   Am
Mas enquanto o sol no ceu estiver, eu vou fechar meus olhos quando quiser...
               G                   F                      C
Pois se eles Querem meu Sangue, verao o meu sangue so no fim...
            G                     F                       C
E se eles querem meu corpo, so se eu estiver morto, so assim...
 
 
 

Obrigado Não  -  (Rita Lee / Roberto de Carvalho)
TOM: A  -  INTRODUÇÃO: (A C G D) 4 vezes

   A              C
 Quanto mais proibido
   G                    F
 Mais faz sentido a contravenção
 A                     C
 Legalize o que não é crime
 G                       F
 Recrimine a falta de educação
 Solo (A G C) 2 vezes
  A               C
 Gravidez versus aborto
 G                        F
 Quem quer nascer no mar morto?
  A                     C             G
 Quem quer morrer antes da concepção?
D          A  C
 Obrigado não
G    D     A  C
 Obrigado não
G    D     A  C
 Obrigado não
G    D     A     C G D
 Obrigado não...
 Solo A C G F
   A               C
 Separe o joio do trigo
G                    F
 O Maquiavel do seu amigo
 A               C
 Casamento gay além de opção
G                 F
 É controle de população
 Solo (A G C) 2 vezes
  A                     C
 Foi-se a ditadura militar
  G                        F
 Foice e martelo não vão mais vingar
     A                  C              G
 Servir exército só se for da salvação
D          A  C
 Obrigado não
G    D     A  C
 Obrigado não
G    D     A  C
 Obrigado não
G    D     A     C G A
 Obrigado não...
 (F G A)
Vocalização: Chuchururu
  F    G       A
 Diga não às drogas
               F          G      A
 -Mas seja educado, diga não obrigado
       F         G        A                 F G A
 -Por que whisky sim? Por que Cannabis não?
     F          G
 -Cuidado com polícia
    A               F G A
 Cuidado com ladrão
     F          G       A                F G
 Não seja condenado a votar em canastrão
           A  C
 Obrigado não
G    D     A  C
 Obrigado não
G    D     A  C
 Obrigado não
G    D     A     C G D
 Obrigado não...
             (A C G F)
Vocalização: Chuchururu...
           A  C
 Obrigado não
           G  F
 Obrigado não
           A  C
 Obrigado não
           A     C
 Obrigado não...
 
 

"Por Você"
DE: Roberto Frejat / Maurício Barros / Mauro Sta. Cecília
TOM: E   -   INTRODUÇÃO: E A E A

       E          A
 Por você eu dançaria tango no teto
         E7                  D
 Eu limparia os trilhos do metrô
      C          D          E   A
 Eu iria a pé do Rio a Salvador
          E     A             E
 Eu aceitaria a vida como ela é
      E7                D
 Viajaria à prazo pro inferno
        C           D         E
 Eu tomaria banho gelado no inverno
       C#m        A        C#m B
 Por você eu deixaria de beber
       C#m       A            C#m
 Por você eu ficaria rico num mês
         B                        E
 Eu dormiria de meia pra virar burguês
A       B             E
 Eu mudaria até o meu nome
        B               A
 Eu viveria em greve de fome
       B4         A/C#  B/D#    E    A
 Desejaria todo o dia a mesma mulher

       E   A       E  A
 Por você,   por você
       E   A       E  A
 Por você,   por você

       E             A              E
 Por você eu conseguiria até ficar alegre
      E7                   D
 Pintaria todo o céu de vermelho
      C           D               E    A
 Eu teria mais herdeiros que um coelho
          E     A             E
 Eu aceitaria a vida como ela é
      E7                D
 Viajaria à prazo pro inferno
        C           D         E
 Eu tomaria banho gelado no inverno
A       B             E
 Eu mudaria até o meu nome
        B               A
 Eu viveria em greve de fome
       B4         A/C#  B/D#    E    A
 Desejaria todo o dia a mesma mulher

       E   A       E  A
 Por você,   por você
       E   A       E  A
 Por você,   por você

SOLO:            (C#m A C#m B) A E
      Nananana....

A       B             E
 Eu mudaria até o meu nome
        B               A
 Eu viveria em greve de fome
       B4         A/C#  B/D#    E    A
 Desejaria todo o dia a mesma mulher

       E   A       E  A
 Por você,   por você
       E     A
 Por você...
 
 
 
 

Proibida pra mim
Tom : F -  intr: F C A#m G#
  Eb                A#
    Ela achou meu cabelo engraçado
  Cm             G#
    Proibida pra mim NO WAY !
  Eb                A#
    Disse que nao podia ficar,
  Cm                     G#
    mas levou a serio o que eu falei
  Eb                      A#              _____
    Eu vou fazer de tudo que eu puder          |
  Cm                    G#                     |
    Eu vou roubar essa mulher pra mim          |
  Eb                      A#                   |
    Eu posso te ligar a qualquer hora          |
  Cm            G#                             |
    Mas eu nem sei seu nome                    |««««Refrao««««
                                               |
  Eb                    A#                     |
    Se nao eu quem vai fazer voce feliz ?      |
  Cm                    G#                     |
    Se nao eu quem vai fazer voce feliz ?  ____|

  Eb
    Yehea

  ( A# , Cm , G# )

  Eb                 A#
    Eu me flagrei pensando em voce ,
  Cm                        G#
    em tudo o que eu queria te dizer
  Eb                  A#
    Numa noite especialmente boa ,
  Cm                             G#
    Nao a nada mais que a gente possa fazer

  Eb                      A#             ______
    Eu vou fazer de tudo que eu puder          |
  Cm                    G#                     |
    Eu vou roubar essa mulher pra mim          |
  Eb                      A#                   |
    Eu posso te ligar a qualquer hora          |
  Cm            G#                             |
    Mas eu nem sei seu nome                    |««««Refrao««««
                                               |
  Eb                    A#                     |««««Repitir 2 vezes««««
    Se nao eu quem vai fazer voce feliz ?      |
  Cm                    G#                     |
    Se nao eu quem vai fazer voce feliz ? _____|

  F , C , Am# , G# ...
 
 

Marujo - Raimundos

C (som do navio)
C - A - C - A
C - A - C - A - G - A - G - A (2x)

EE - DD - CC - BB - C - D (4x)

E              E                         A
Vou contar uma história para o povo brasileiro
                                             D
e também pros companheiros que vivem em alto mar
                                          A
O marujo sai de casa e deixa a família chorando
                 E                         A
os filhos vão se criando sem pegar amor ao pai
A                                          D
Aprende a mexer no leme e as batatas descascar
               E                  A
ele tem um headphone onde só toca ska
A                                         D
Maria não sai de casa pra não dar o que falar
                   E                    A
é por isso que o marujo nunca deve se casar

A
Meu bem  Meu bem
D                  E
É por isso que o marujo nunca deve se casar

A                  A                       D
Aprende a mexer no leme e as batatas descascar
               E                  A
ele tem um headphone onde só toca ska
A                                         D
Maria não sai de casa pra não dar o que falar
                   E                    A
é por isso que o marujo nunca deve se casar

EE - DD - CC - BB - C - D (2x)

E                 E                    A
Vou contar uma história para o povo sertanejo
                                       D
É sobre um maconheiro que nasceu no Ceará
                                     A
Ele veio pra Brasília e comeu uma mulher
                  E                       A
Logo que teve uma filha chamou de Maria José
A                                         D
Mas o tempo foi passando e teve que se alistar
                                                 A
Escolheu logo a marinha pois nunca tinha visto o mar
                                       D
Sua mulher desesperada não parava de rezar
                 E                     A
É porque o Zé Pereira não sabia nem nadar
 
 
 

The Way - FASTBALL

F#m
They made up their minds
                  Bm
And they started packing
       C#7                                   F#m
They left before the sun came up that thay
       F#7                         Bm
An exit to eternal summer slacking
F#m                        C#7
But where were they going without ever
                F#m
Knowing the way?

F#m
They drank up the wine
                Bm
And they got to talking
C#7                                   F#m
They now had more important things to say
F#7                                   Bm
When the car broke down they started walking
F#m                        C#7
Where were they going without even
                F#m     E
Knowing the way?

                     A
Anyone can see the road that they walk on
         E
Is paved with gold
F#m
It's always summer
              C#7
They'll never get cold
              D
They'll never get hungry
              A              E
They'll never get old and grey
                   A                    E
You can see their shadows wandering off somewhere
         F#m
They won't make it home
         C#7
But they really don't care
         D
They wanted the highway
              A            E      C#7
They're happier there today

F#m
Their children woke up
                    Bm
And they couldn't find them
        C#7                        F#m
They left before the sun came up that day
        F#7                                Bm
They just drove off and left it all behind'em
F#m                       C#7
But where were they going without ever

                F#m     E
Knowing the way?

REPETE REFRÃO
SOLO1(F#m   Bm   F#m   C#7   F#m[54 44 54 52 50 62])
REPETE REFRÃO
SOLO2(REPETE SOLO!)

SOLO1: 62 62 65 65 52 52 54 42 44 32 34 22 22 22 22 34 34 34 32 32 32 31 31 31 23 22 12 22 32 34 22 23 25 12 14 14
15 15 15 14 15 14 12 10 12 10 22 22 20 32 22
SOLO2: 62 62 65 65 52 52 54 42 44 32 34 22 15 17 19 110 19 (17 25 34) (19 27 36) 212 311 212 112 212 112 214 C#7
54 52 50 62 54 44 54 52 50 62
 
 

Monte Castelo - Renato Russo
     Intr.: C  F  G  C  F  G  C  F  G  C  F  G  C  F C/E  Dm  G

     C    F         G      C                F
     Ainda que eu falasse a língua dos homens
         G      C              F       G  C           F   G  C  F  C/E  Dm  G
     E falasse a língua dos anjos, sem amor   eu nada seria

              C  F        G   C                   F     G    C
     É só o amor, é só o amor,      que conhece o que é verdade
                 F           G  C                   F      G    C  F  C/E  Dm  G
     O amor é bom, não quer o mal, não sente inveja ou se envaidece
              C       F           G   C               F          G      C
     O amor é fogo que arde sem se ver,      é ferida que dói e não se sente
               F                G     C                 F         G    C  F  C/E  Dm  G
     É um contentamento descontente,     é dor que desatina sem doer

     Ainda que eu falasse a língua dos homens
     E falasse a língua dos anjos, sem amor eu nada seria
                 C    F              G   C                F             G       C
     É um não querer mais que bem querer,      é solitário andar por entre a gente
                  F              G      C                   F              G     C
     É um não contentar-se de contente,       é cuidar que se ganha em se perder

     (Dm                 G)
     É um estar-se preso por vontade
     É servir a quem vence, o vencedor
     É um ter com quem nos mata lealdade
     Tão contrário a si é mesmo o amor

           F   C/E     Dm     G       F     C/E      Dm      G
     Estou acordado e todos dormem, todos dormem, todos dormem

     F     C/E      Dm    G         F          C/E     Dm     G
     Agora vejo em parte,     mas então veremos face a face
              C  F        G   C                   F    G     C
     É só o amor, é só o amor,     que conhece o que é verdade

     Ainda que eu falasse a língua dos homens
                                             F     C/E    Dm    C
     E falasse a língua dos anjos, sem amor eu nada seria
 
 

SANTERIA
Intro:
        E                       Ab
e--------------------    e----------------
b--------------------    b---4------------
g-----9-------9-9----    g-----5----------
d---9---9---------9--    d-------6--------
a-7-------7-7-------7    a-----------6-2-4
e--------------------    e-4-------4------
        Dbm                     B
e--------------------    e---2------------
b-----------5--------    b-----4----------
g-----6-------6------    g-------4--------
d---6---6-------6----    d----------------
a-4-------4----------    a-2-------2------
e--------------------    e----------------

E, Ab, Dbm, B
Verso 1:
             E                        Ab
I don't practice santeria I ain't got no crystal ball
     Dbm                            B
I had a million dollars but I'd, I'd spend it all
     E                                 Ab
If I could find that Heina and that Sancho she's found
            Dbm                      B
Well I'd pop a cap in Sancho and I'd   slap her down

/Refrão:
A        B             E   Dbm
All I really wanna know my baby
A        B            E   Dbm      A
All I really wanna say I can't define
       B            E    Dbm
It's love that I need
A          B
But my soul will have to
Verse 2:
    E
Wait 'till I get back, find a Heina of my own
Daddy's gonna love one and all
I feel the break, feel the break, feel the break
And I gotta live it up
Oh yeah, uh huh, well I swear that I

/Refrão:
All I really wanna know my baby
All I really wanna say I can't define
That love will make it go
My soul will have to...

Solo

/Refrão:
All I really wanna say my baby
All I really wanna say is I've got mine
And I'll make it yes I'm comin' up
Tell Sanchito that if

Verso 3:

He knows what is good for him he best go run and hide
Daddy's got a new 45
And I won't think twice to stick that barrel straight down Sancho's throat
Believe me when I say that I've got something for his punk ass

/Refrão:
Well I really wanna know my baby
What I really wanna say is there's just one way back
And I'll make it
yeah my soul will have to wait
 
 
 

Vento no Litoral (Renato Russo)
     Tom    : C
     Introd.: Am Em Am Em F C F C

          Am                       Em
      De tarde quero descansar, chegar até a praia
               Am
      Ver se o vento ainda está forte
                Em
      E vai ser bom subir nas pedras
              C
      Sei que faço isso pra esquecer
         Bb
      Eu deixo a onda me acertar
          Am                       F    G Am F G C F
      E o vento vai levando tudo embora.

                      Em
      Agora está tão longe
                         Dm
      Vê, a linha do horizonte me distrai:
                 G                          F
      Dos nossos planos é que tenho mais saudade,
                       Em                   Dm
      Quando olhávamos juntos na mesma direção.

            Bb
      Aonde está você agora
               Am
      Além de aqui, dentro de mim?

      F G Am F G Am Intr.

      C             Cm
      Agimos certo sem quere
      G/B
      Foi só o tempo que errou
      Bb
      Vai ser dificil sem você
         A4              A            Dm
      Porque você está comigo o tempo todo.

      Quando vejo o mar
      C
      Existe algo que diz:
           G/B      Am            G           F
      - A vida continua e se entregar é uma bobagem

      Em          A7        Dm
      Já que você não está aqui,
                   Dm/C      Bb     G
      O que posso fazer é cuidar de mim.
            C
      Quero ser feliz ao menos.
      F            Bb          G
      Lembra que o plano era ficarmos bem?

        Am  Em                Am   G C                F E4 E
      - Ei, olha só o que eu achei:   cavalos-marinhos
      Em       C
      Sei que faço isso pra esquecer
         Bb
      Eu deixo a onda me acertar
          Am                       F   G C
      E o vento vai levando tudo embora
      Vento no Litoral
 
 
 

MARVlN
Versão: Sérgio Britto e Nando Reis
Voz: Nando Reis
Tom: G   -   Intr.: (G F)

G
  Meu pai não tinha educação
F
  Ainda me lembro, era um
  grande coração
G
  Ganhava a vida com muito suor
F
  Mas mesmo assim não podia ser pior
G
  Pouco dinheira pra poder pagar
F
  Todas as contas e despesas do lar

    (C)
Mas Deus quis vê-lo no chão
Com as mãos levantadas pro céu
Implorando perdão
Chorei, meu pai disse: "Boa sorte",
Com a mão no meu ombro
Em seu leito de morte
E disse
                 C7+
"Marvin, agora é só você
                C7
E não vai adiantar
                 F     A7    Dm (G F)
Chorar vai me fazer sofrer"
G
  Três dias depois de morrer
F
  Meu pai, eu queria saber
G
  Mas não botava nem um pé na escola
F
  Mamãe lembrava disso a toda hora
G
  Todo dia antes do sol sair
F
  Eu trabalhava sem me distrair
    (C)
As vezes acho que não vai dar pé
Eu queria fugir, mas onde eu estiver
Eu sei muito bem o que ele quis dizer
Meu pai, eu me lembro, não me deixa esquecer
Ele disse
                        C7+
"Marvin, a vida é pra valer
                 C7
Eu fiz o meu melhor
                    F      A7  Dm
E o seu destino eu sei de cor"

(C C7+ C7 F A7 Dm)
E então um dia uma forte chuva veio
E acabou com o trabalho de um ano inteiro
E aos treze anos de idade eu sentia
todo o peso do mundo em
minhas costas
Eu queria jogar mas perdi a aposta,

G
  Trabalhava feito um burro nos campos
F
  Só via carne se roubasse um frango
G
  Meu pai cuidava de toda a família
F
  Sem perceber segui a mesma trilha
G
  Toda noite minba mãe orava
  F
"Deus, era em nome da fome
que eu roubava"
          (C)
Dez anos passaram, cresceram
meus irmãos
E os anjos levaram minha mãe
pelas mãos
Chorei, meu pai disse: "Boa sorte"
Com a mão no meu ombro
Em seu leito de morte
                      C7+
"Marvin, agora é só você
                C7
E não vai adiantar
                 F     A7    Dm
Chorar vai me fazer sofrer".
C                      C7+
Marvin, a vida é pra valer
                C7
Eu fiz o meu melhor
                   F       A7   Dm  (G F)
E o seu destino eu sei de cor".
 
 
 

Teatro dos Vampiros (Renato Russo)
       Tom    : G
       Introd.: G D Em Bm C G C D

      C                      Bm
      Sempre precisei de um pouco de atenção
      C
      Acho que não sei quem sou
         Bm
      Só sei do que não gosto
      C                   Bm
      E destes dias tão estranhos
            Bm                              F C
      Fica poeira se escondendo pelos cantos

      C              Bm               C                 Bm
      Este é o nosso mundo: o que é demais nunca é o bastante
                  C                      Bm
      E a primeira vez é sempre a £ltima chance.
              Bb
      Ninguém vê onde chegamos:
                           F      C
      Os assassinos estão livres, nós não estamos

             G
      Vamos sair - mas não temos mais dinheiro
      Os meus amigos todos estão procurando emprego
         F
      Voltamos a viver como há dez anos atrás
          C/E
      E a cada hora que passa
      Envelhecemos dez semanas

      G
      Vamos lá, tudo bem - eu só quero me divertir
      Esquecer, dessa noite ter um lugar legal pra ir
      F
      Já entregamos o alvo e a artilharia
           C/E
      Comparamos nossas vidas
      E esperamos que um dia
             G
      Nossas vidas possam se encontrar

      C            Bm               C
      Quando me vi tendo de viver comigo apenas
              Bm
      E com o mundo
      C                   Bm
      Você me veio como um sonho bom
           Bb
      E me assustei

                 F    C
      Não sou perfeito
      Eu não esqueço
                         Bm
      A riqueza que nós temos
      C                 Bm
      Ninguém consegue perceber
      C                  Bm   Bb
      E de pensar nisso tudo, eu, homem feito
      F           C
      Tive medo e não consegui dormir.

           C/E
      Comparamos nossas vidas
                          G
      E mesmo assim, não tenho pena de ninguém.
 
 
 

SOCIEDADE ALTERNATIVA (Raul Seixas)
Tom: A

A       C      D                                    A
Viva! Viva! Viva a Sociedade Alternativa!
A       C      D                                    A
Viva! Viva! Viva a Sociedade Alternativa!
(Viva o Novo Aeon)
A       C      D                                    A
Viva! Viva! Viva a Sociedade Alternativa!
A       C      D                                    A
Viva! Viva! Viva a Sociedade Alternativa!

C                    G
Se eu quero e você quer
C                   G
Tomar banho de chapéu
      C              G
Ou esperar Papai Noel
      C               G
Ou discutir Carlos Gardel
          C
Então vá
                                                       G
Faze o que tu queres Pois é tudo da lei
     E7
Da lei

A       C      D                                    A
Viva! Viva! Viva a Sociedade Alternativa!
A       C      D                                    A
Viva! Viva! Viva a Sociedade Alternativa!
A       C      D                                    A
Viva! Viva! Viva a Sociedade Alternativa!
A       C      D                                    A
Viva! Viva! Viva a Sociedade Alternativa!

Mas se eu quero e você quer
Tomar banho de chapéu
Ou esperar Papai Noel
Ou discutir Carlos Gardel
Então vá
Faze o que tu queres pois é tudo da lei, da lei
A       C      D                                    A
Viva! Viva! Viva a Sociedade Alternativa!
(O número 666 chama-se Aleister Crowley)
A       C      D                                    A
Viva! Viva! Viva a Sociedade Alternativa!
(Faze o que tu queres pois é tudo da lei)
A       C      D                                    A
Viva! Viva! Viva a Sociedade Alternativa!
(Viva! Viva!)
A       C      D                                    A
Viva! Viva! Viva a Sociedade Alternativa!
(A lei de Thelleman)
A       C      D                                    A
Viva! Viva! Viva a Sociedade Alternativa!
(A lei do forte, esta é a nossa lei, é a medida do mundo)
A       C      D                                    A
Viva! Viva! Viva a Sociedade Alternativa!
(Viva! Viva!)
A       C      D                                    A
Viva! Viva! Viva a Sociedade Alternativa!
 
 
 

PRETTY WOMAN
Riff 1:
        |-------------------------|
        |-------------------------|
        |-------------------------|
        |---------0---------------|
        |-------2-----------------|
        |-0-0-4-------------------|

Riff 2:
        |-----------------|
        |-----------------|
        |-----------------|
        |---------0-4-2-0-|
        |-------2---------|
        |-0-0-4-----------|

    Intro: Riff 1 (2x)
           Riff 2 (4x)

                A                  F#m
        Pretty woman   walking down the street
                A                   F#m
        Pretty woman   the kind I'd like to meet
                D
        Pretty woman
                   E
        I don't believe you, you're not the truth
        No one could look as good as you    (Mercy!)

        (Riff 2, 4X)

        Pretty woman   won't you pardon me
        Pretty woman   I couldn't help but see
        Pretty woman

        That you look lovely as can be
        Are you lonely just like me       (Rrrrowrr...)

        (Riff 2, 4X)
        Dm                  G7
        Pretty woman stop a while
        C                    Am
        Pretty woman talk a while
        Dm                    G7                       C
        Pretty woman give your smile to me
        Dm                    G7
        Pretty woman, yeah yeah yeah
        C                     Am
        Pretty woman look my way
        Dm                  G7                            C   A
        Pretty woman say you'll stay with me
                 F#m            Dm                  E
        'Cause I need you   I'll treat you right
        A            F#m          Dm        E
        Come with me baby   Be mine tonight

        (Riff 2, 4X)
        Pretty woman   don't walk on by
        Pretty woman   don't make me cry
        Pretty woman
        Don't walk away, hey

         E
        OK... if that's the way it must be, OK
        I guess I'll go on home, it's late
        There'll be tomorrow night, but wait

        What do I see...

        (Riff 1, 2X); (Riff 2, 8X)
        Is she walking back to me
        Yes, she's walking back to me
                                  A
        Oh, oh, pretty woman
 
 
 

Firmamento (Cidade Negra)
Tom - F    Introdução - F C Bb C

F                      C                |
 O que é que eu vou fazer agora         |
         Bb                  C          |
Se o teu sol não brilhar por mim        |
F                          C            | --  2 vezes
 Num céu de estrelas multicoloridas     |
        Bb                 C            |
Existe uma que eu não colori            |
F     C          Bb  C                  F  C  Bb  C
Forte, sorte na vida, filhos feitos de amor...
                  F
Todo verbo que é forte
C              Bb
 Se conjuga no tempo
C                   F   C  Bb  C
 Perto, longe o que for
         Bb7                    |
Você não sai da minha cabeça    |
E minha mente voa               | -- 2 vezes
         Dm7                    |
Você não sai, não sai, não sai, |
não sai...                      |
        Bb7
Entre o céu e o firmamento
Não há ressentimento
     Dm7
Cada um ocupando o seu lugar
Bb7                   Dm7
   Não sai não, não sai, não sai,
        não sai, não sai...

** Solo sobre a introdução **

F                      C                |
 O que é que eu vou fazer agora         |
         Bb                  C          |
Se o teu sol não brilhar por mim        |
F                          C            |  -- 2 vezes
 Num céu de estrelas multicoloridas     |
        Bb                 C            |
Existe uma que eu não colori            |
F     C          Bb  C                  F  C  Bb  C
Forte, sorte na vida, filhos feitos de amor...
                  F
Todo verbo que é forte
C              Bb
 Se conjuga no tempo
C                   F   C  Bb  C
 Perto, longe o que for
         Bb7                    |
Você não sai da minha cabeça    |
E minha mente voa               | -- 2 vezes
         Dm7                    |
Você não sai, não sai, não sai, |
não sai...                      |
        Bb7
Entre o céu e o firmamento
                            Dm7
Existem mais coisas do que julga
O nosso próprio pensar
    Bb7
Que vagam como o vento
E aquele sentimento de
  Dm7
amor eterno
        Bb7
Entre o céu e o firmamento
                           Dm7
Existem mais coisas do que julga
O nosso próprio entendimento
    Bb7
Que vagam pelo tempo
E aquele sentimento de
 Dm7
amor eterno

** Vocalização ( Bb7  Dm7 ) **
 
 
 

Puteiro em João Pessoa
Introdução-(A B B)   Tom- A

(A B B)
A vida me presenteou com dois primos já marmanjos
um, muito justo, era o Augusto
o safado era o Berssange
              D                      E                  (A B B)
Numa tarde ensolarada toda aquela criançada tomando refrigerante...
                     D                                E
Com a família embebedada foi mais fácil armar uma bimbada
                 (A B B)
prum recém adolescente
         E                      G                        (A B B)
Pois foi Berssange,primo velho e cancrado,que com muito do cuidado
chegou pra Augustinho e disse :
"tu visse?
                 D                        E
Dudu já tá alucinado, já é meio caminho andado
                    (A B B)
pra rolinha comer alpiste
                                    E
E pro rapaz não ficar triste vamo onde as nêga são ativa
                        G                           (A G A A)
não há em toda João Pessoa lugar melhor que o Roda Viva"
E foi pra lá que nóis rumamos quase nos desenfreamos
                            A                  (A B B)
Nóis num tinha nenhum plano e os cabra foram saindo
e eu atrás ia gritando:
"onde é que cês tão me levando
                                          (A G A A)
voltar e buscar mainha ela ficou no bar sozinha"
"Ô menino abobado deixa mainha pra painho
Venha comigo e Augustinho
A                (A B B)
tu vai ser inaugurado
pois tu sabe, na família, nunca teve afrescalhado.
                    E         (E F# G F# G E F# G)
Chegar no Roda Viva tu vai ser homenageado"
Quando eu cheguei no recinto o forró já tava bravo
      A                   G
Bando de nêgo suado dançando com as rapariga
        (E F# G F# G E F# G)
e o forró comia solto e veio um véio com os óio torto
      A               G
de tanto beber cachaça e disse:
               (E F# G F# G E F# G)
"Essa menina é massa,vai te deixar arretado"
              A           G
Meu primo me olhou de lado e disse: "coitado"
(E F# G F# G E F# G)                         A
Era uma quenga fedorenta, daquelas da mais nojenta
     G                        (E F# G F#>G E F# G)
mas se você não aguenta você a leva para o quarto
A     G    (E F# G F# G E F#>G) A (A B B)
Ela pegou no meu pau pôs a boca e depois ficou de quatro...
Foi num puteiro em João Pessoa,
                          D
eu descobri que a vida é boa
                    E     (A B B) B
foi minha primeira vez...
 
 
 
 
 
 
 
 

Tema do filme "Forrest Gump"