Site hosted by Angelfire.com: Build your free website today!
Inicial Relação entre a Industrialização dos países europeus e o Imperialismo Darwinismo Social por Ângelo Darwinismo Social por Kléber Fatores que facilitaram a conquista da África pelos exploradores europeus Superioridade Bélica Eurpéia Relação da atualidade da África do Sul  com a exploração imperialista

Situação atual da República da África do Sul

 

     A áfrica do Sul é atualmente, um dos poucos países da África que não se encontra entre conflitos tribais como é o caso de Ruanda e Etiópia. Porém este país é assolado por uma grande pobreza e grande miséria que nele se instalou.

            A África do Sul está localizada no extremo sul do continente africano, com uma área igual a 472.359 milhas ou 1.219.090 km². A população sul-africana corresponde aproximadamente (segundo o último censo realizado em 2001) a 44,8 milhões de habitantes e devido a sua grande diversidade étnica, a África do Sul é conhecida como a “nação arco-íris”, sendo esta composta por:

 

·Brancos (comunidade européia formada principalmente por ingleses e holandeses):

5,4 milhões ou 12% da população;

·Mestiços: 3,8 milhões ou 8,5% da população;

·Asiáticos (chineses, indianos): 1,2 milhões ou 2,5% da população;

·Negros (grupos étnicos: Zulu, Satho, Tswana, Xhosa, Tsonga, Swai, Venda, Nodele): 34,4 milhões ou 77% da população;

           

            Atualmente o mapa político da África do Sul está dividido em nove províncias, as quais possuem suas próprias legislaturas, primeiros-ministros e ministros próprios, as províncias são: Eastern Cape (Cabo Leste), Free State (Estado Livre), Gauteng, Kwazulu-Natal, Limpopo, Mpumalanga, Northern Cape (Cabo Norte), North West (Noroeste) e Western Cape (Cabo Oeste). A África do Sul possui três capitais representadas pelos poderes Legislativo (Cidade do Cabo), Executivo (Pretória) e Judiciário (Bloemfontein), este sistema de distribuição dos três poderes em diferentes capitais é decorrente de uma lei criada em 1992 quando ainda se discutia como seria o futuro da democracia no país após o fim do Apharteid.

south africa

            O poder legislativo no país é representado pelo parlamento, composto pela Assembléia Nacional formada por 400 membros - onde 200 candidatos são eleitos pelo voto nacional e outros 200 são eleitos pelo voto provincial - e pelo Conselho Nacional das Províncias que tem por objetivo satisfazer os desejos das províncias - este órgão é composto por 90 membros, sendo 54 deles membros permanentes.

A África do Sul é o maior participante comercial dentre os países do continente africano, pois está localizado em um ponto estratégico no continente, o país está exatamente na passagem que liga o oceano Atlântico ao Índico que permite a realização de comércio marítimo entre o ocidente e o oriente. Sua exportação está voltada para a área agrícola (representando 6,1% de todo o seu PIB), principalmente para a produção de milho, açúcar frutas e vegetais, porém ela se baseia em um sistema periódico que faz com que a quantidade da sua produção varie periodicamente devido ao período das secas existentes na África todo o ano. A maior parte das importações concentra-se na compra de produtos têxteis, peças de carros e máquinas para o plantio de seus alimentos, porém o país ainda convive com o problema da fome, pelo fato de as políticas governamentais darem mais ênfase à exportação do que a necessidade de suprir o mercado interno, o que conseqüentemente acarreta uma má distribuição de alimentos a população, gerando desta forma a fome no país. O país possui 4 regiões portuárias: Cabo de boa esperança (Cidade do Cabo), Porto Elizabeth, Leste de Londres e o porto de Durban.

  Vale ressaltar que a África do Sul retém a maior reserva de minerais do planeta (88% do grupo de metais da platina, 83% de manganês, 72% de cromo, 45% de vanádio, 40% de ouro, 25% de diamantes) e investe maciçamente em sua extração, tanto é que a mineração consiste em um terço do seu PIB atualmente. O turismo na África do Sul também é extremamente importante para o país, acredita-se que ele possivelmente venha a se tornar um dos principais contribuídores para o aumento do PIB sul-africano nos próximos anos.

            Quanto às áreas de crescimento no país, destaca-se a produção de softwares que gera aproximadamente U$ 500 milhões por ano e estima–se que haja um crescimento anual de 16% desse valor a cada ano e destaca-se também a assistência médica que contribui com U$250 milhões para o PIB sul-africano, a estimativa é de que este setor cresça 5% a cada ano. 

            Segundo os dados publicados pela ONU (Organização das Nações Unidas) no ano 2000, o IDH (Índice de Desenvolvimento Humano) da África do Sul é de 0,695. A moeda que se utiliza no país atualmente é o Rand que equivale á aproximadamente U$0,15, ou que um dólar equivale a uma média de 6,48 rands.

            Hoje, a África do Sul Comemora dez anos de liberdade de um regime racista e democraticamente aberto ao homem branco, que excluía o negro da sociedade (mesmo que este representasse a maioria da população sul-

-africana) a Apartheid. O regime teve fim em 1990, mas levou mais quatro anos para que se realizasse uma eleição democraticamente aberta há todo o povo sul-africano. Nelson Mandela foi o primeiro homem negro a assumir o cargo presidencial tanto na África do Sul quanto no continente africano. Junto á ele estavam os seus ministros F.W. de Klerks e Thabo Mbeki, que é o atual presidente da República da África do Sul.

Nelson Mandela
Thabo Mbeki

Atual presidente da República da África do Sul

Primeiro presidente negro de toda a história da humanidade,

Nelson Mandela

                                           

 

Curiosidades

·Feriados Nacionais

 

1º/JAN - Ano Novo

16/JUN - Dia da Juventude

21/MAR - Direitos Humanos

09/AGO - Dia Nacional das Mulheres

MAR/ABR - Sexta-feira Santa

24/SET - Dia do Patrimônio

MAR/ABR - Dia da Família

16/DEZ - Dia da Reconciliação

27/ABR - Dia da Liberdade

25/DEZ - Natal

1º/MAIO - Dia do Trabalho

26/DEZ - Dia da Boa Vontade

 

·O significado da Bandeira Nacional

national flag             A bandeira da África do Sul foi criada por um sul-africano chamado Fred Bownell, e Lea foi vista pela primeira vez em 27 de Abril de 1994.

O “V” na horizontal no lado esquerdo da bandeira pode ser interpretado como a união do povo sul-africano (simbolizando o fim do preconceito racial) que vai em frente pelo mesmo caminho em busca do progresso do seu país, sendo que se levarmos este aspecto em consideração chegaremos a conclusão de que a “união faz a força”.

 

 

 

 Galeria de Fotos:

Cape City (Cidade do Cabo) na província de Western  Cape.

The Union Building.

The Union Building (Prédio da União.)

Área urbana.

Paisagem

 Integrantes de tribos sul-africanas.

Chefes tribais

Girafas, parte da fauna na região.

Guepardos, parte da fauna na região.

Paisagem: pôr-do-sol, meio natural.

Produção automobilística (Setor Secundário).

                           

Bibliografia:

·Sites:

  - http://www.africadosulemb.org.br/

  - http://www.buscaescolar.hpg.ig.com.br/geografi.html

  - http://penta.ufrgs.br/edu/telelab/interedu/mundo.htm

  - http://worldatlas.com/webimage/countrys/africa/za.htm

 

Integrantes do Grupo:

· Pedro Bernardo Fragelli Senff           C-01      2M02

·Fernando Garcia Narimatsu                B-02      2M02